Harmonização com vinhos: dicas para testar em casa

harmonização com vinhos empório ricco pane

Combinação correta de vinhos com ingredientes específicos pode potencializar sabores

Desde os tempos antigos, o vinho se destaca como um excelente acompanhante de refeições. A escolha correta da bebida para acompanhar um determinado prato é essencial para uma experiência gastronômica completa. A harmonização com vinhos, portanto, é uma forma de ressaltar as características de cada prato, combinando os sabores e potencializando valores. Confira a seguir algumas dicas sobre boas combinações para você tentar:

  • Harmonização com vinhos: Embutidos

Os embutidos, como salames, salsichas e presuntos, têm alto teor de gordura. Por isso, o ideal é combiná-los com vinhos brancos ou espumantes, por conta da acidez. A combinação deve ser leve, então também é possível apostar em um vinho tinto leve. O mesmo serve para queijos que, embora tradicionalmente servidos com vinhos tintos, harmonizam melhor com a leveza do branco.

  • Molhos ácidos ou cítricos

A dica de harmonização com vinhos para pratos com molhos ácidos ou cítricos é usar vinhos também ácidos. Sejam molhos com vinagre, suco de limão ou tomate, o ideal é utilizar um vinho tão ácido quando o molho. Um clássico também é o champanhe, que combina muito bem com peixes e massas pesadas. Vinhos italianos e portugueses são uma ótima pedida! E os tintos também não ficam de fora, mas a sugestão é apostar em rótulos menos encorpados.

  • Espumantes

Os espumantes, em geral frescos e elegantes, harmonizam bem com comidas leves. Entradas, saladas, grelhados e peixes combinam perfeitamente com os espumantes. O champanhe, o mais famoso dos espumantes, é ideal para abrir o apetite. No entanto, ele normalmente não combina muito bem com sobremesas. Nesse caso, o ideal é um vinho doce natural!

  • Vinhos brancos

A harmonização com vinhos brancos vai muito bem com peixes e ostras! Além disso, ele é um coringa em estações quentes, já que é servido em temperaturas mais baixas e traz frescor no paladar. O ideal é combinar brancos sempre com comidas leves, como saladas e carnes brancas. Uma última dica: saia do clichê e invista nos brancos para degustar junto com queijos. Para não errar, juntar um vinho branco e um queijo da mesma região é um regra que funciona quase sempre.

  • Harmonização com vinhos: Chocolate

O cacau é um ingrediente difícil de harmonizar com vinhos, principalmente com o champanhe. A maioria dos chocolates casa bem com vinhos doces, exceto os amargos. Nesse caso, a sugestão é combinar com tinto ou seco. Em geral, os vinhos para acompanhar chocolates devem ser encorpados, tintos, adocicados e com aroma forte. O sabor doce do chocolate deve acompanhar o do vinho, assim nenhum se sobressai ou anula outro.

  • Condimentos

Quando um prato vem muito temperado, a tendência é que o paladar fique adormecido, tornando a degustação de vinho mais difícil. Por isso, apenas um vinho muito acentuado consegue se destacar na refeição. A sugestão são vinhos potentes e encorpados, como tinto de uva Cabernet Sauvignon.

harmonização com vinhos

De forma geral, a harmonização com vinhos deve seguir instintos e gostos. O primeiro princípio deve ser sempre seguir suas afinidades. A evolução deve acontecer aos poucos, começando com um vinho branco, por exemplo, até chegar em um tinto mais encorpado. Além disso, buscar orientações ao comprar é ideal para não levar um produto diferente do que você buscava.

No Empório Ricco Pane você encontra uma extensa cartela de vinhos: tintos, rosados, brancos com variações em suave, secos e demi-sec, espumantes e champanhes compõe a adega, além de outras opções. Faça uma visita e escolha o vinho ideal para sua harmonização.

COMPARTILHE!